O presidente Jair Bolsonaro escolheu o secretário de Educação do Paraná Renato Feder ao cargo Ministério da Educação

Feder assumiu seu portfólio depois que Carlos Decotelli saiu, e Carlos Decotelli renunciou na última terça-feira (30), mesmo antes de assumir o cargo, por causa de sua Renunciou devido a um currículo inconsistente. É a terceira vez que o governo Bolsonaro muda seu portfólio de investimentos.

Antes mesmo de Decotelli anunciar o portfólio, Feder se reuniu com o presidente de Brasília, Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (23). No entanto, de acordo com o secretário da época, nenhum trabalho foi convidado. Feder disse em entrevista ao G1 que a reunião foi conduzida sob a orientação do interesse do presidente em educação e interesse em educação a distância no Paraná.

Para os aliados do governo, o nome de Renato Feder é muito pacífico e essa imagem foi considerada necessária depois que Abraham Weintraub se tornou o comandante-geral da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *