Coronavirus: Governo dos EUA compra todas as doses de vacinas de organizações farmacêuticas

Os EUA fizeram um acordo com as farmacêuticas Pfizer e BioNTech para adquirir cerca de 100 milhões de vacinas contra o Coronavirus que vai ser produzida ainda neste ano. Assim, o governo de Trump, vai pagar aproximadamente US$ 1,95 bilhão (cerca de R$ 10 bilhões). O trato ainda estima a entrega de até 600 milhões de doses no próximo ano.

No dia 20 de julho, às organizações anunciaram que sua fórmula de amostra teve resultados bons e foi liberada para mais uma etapa de testes. Segundo o comunicado, depois ser testada em voluntários, a vacina obteve respostas imunes ligeiras e “fortes” das células T, que são totalmente fundamentais no combate do organismo contra o Coronavirus; Ademais, não houve nenhum efeito colateral com o uso da vacina. O estudo ainda não foi validado por pares ou divulgados em revista de ciências.

“Nós estamos contentes por ter fechado esse importante negócio com o governo Americano, para fornecer cerca de 100 milhões de doses depois da autorização pelo FDA”, falou o CEO da BioNTech, Ugur Sahin. Vale salientar que o Estado Amaricano apenas vai receber as doses depois da liberação da Agência de Alimentos e Drogas (FDA, na sigla em inglês).

As empresas especulam que, até o final de 2021, mais de 1 bilhão de doses sejam feitas, as quais vão ser disponibilizada para todos os países. “Estamos comprometidos em tornar o impossível possível, trabalhando incansavelmente para desenvolver e produzir em tempo recorde uma vacina segura e eficaz para ajudar a pôr fim na crise global de saúde”, comunicou o CEO da Pfizer, Albert Bourla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *