Ações de organizações de turismo e de aviação na Europa têm novas quedas devido às regras de restrições de alguns países.

As ações das mais conceituadas empresas de aviação e de turismo do velho continente despencaram no último dia 27 de Julho, quando se teve novas medidas de isolamento, no qual aumentou as incertezas de que a depressão econômica que varreu o setor esteja se indo para uma resolução.

Vários países europeus ordenaram novas limitações de viagem, após o crescimento do número de pessoas infectadas pelo Covid-19 divulgado em várias regiões do continente, o que demonstrou um golpe bem incisivo contra as esperanças de uma reabilitação para o âmbito de turismo com o final da estação de verão no hemisfério norte.

Os países do Reino Unido defendem sua decisão de colocar regras de quarentena sem anunciação prévia, divulgada no fim dessa semana, dando firmeza que foi forçado a agir “de forma rápida” após ver as informações divulgados no final da última semana mostravam o crescimento rápido nos números de contágios em algumas regiões da Espanha.

“Nós tínhamos que tomar essa decisão de agir com muita velocidade e de modo certo”, falou Helen Whately, ministra da Saúde e cuidados sociais do Reino Unido em entrevista para TV BBC, incluindo que o Estado “agiria” caso o número de Covid-19 aumentasse no outros países do continente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *