A capital do Piauí marca maior isolamento entre os principais centros nacionais e volta com economia amanhã.

A cidade de Teresina começa nessa segunda parte do processo de reabertura da economia na cidade, no dia 20 de julho. A retoma acontece depois da capital demostrar grandes indicadores de isolamento social, entre todos os centros do país. Nesse último sábado (18), quando mostrou que cerca de 50% da população permaneceu em casa. 

A informação demonstrou que os números foram ótimos na capital no final de semana em que a prefeitura e o Governo do Estado continuam com a determinação lockdown parcial. Os segmentos que vão voltar a funcionar são lojas de automóveis e vendas de peças e carros, usando o sistema de delivery ou drive-thru. O período de cada fase do plano de retorno vai depender da conjuntura da Covid-19 na cidade.

Segundo dados da 13° pesquisa sorológica da capital,  aconteceu um aumento de 39% na curva de transmissão pelo corona vírus. De acordo com o prefeito, vai ser preciso esperar o resultado da próxima exploração para compreender se a atual fase do retorno gradual aumentou os casos na cidade. Se isso for confirmado, pode acontecer grandes mudança no plano de reabertura da cidade.

Os dados do isolamento são da startup Inloco do recife, que analisa localização de pessoas que usam celulares quando eles se conectam à internet. Em relação com o dia que mostrou métricas de aproximadamente,8%, teve uma queda 2,8% no isolamento de Teresina.

O prefeito da capital do Piauí confirmou, durante sua participação em uma live que a Prefeitura vem criando medidas mais severas de isolamento social no decorrer dos fins de semanas de cada semana do mês de julho para preparar para volta gradual das atividades da econômicas “Tudo que estamos fazendo é no sentido de melhorar nossos índices e reduzir a disseminação do vírus, pois esse é um dos critérios para avançarmos nessa retomada”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *